Guia do Big Data para iniciantes

A relação entre a Internet das coisas e o Big Data

A Internet das coisas (IoT, Internet of Things) é o termo dado à rede de bilhões de dispositivos que usam sensores, software e outras tecnologias para coletar e compartilhar dados pela Internet. 

Os dispositivos IoT podem ser tão pequenos quanto um smartwatch que, no pulso, coleta dados de saúde e condição física. Mas também podem ser muito maiores e mais complexos, como uma fábrica cheia de sensores e tecnologias que monitoram a segurança e a eficiência das operações diárias 24 horas.

O grande número de dispositivos IoT multiplicado pelos pontos de dados que eles coletam quase em tempo real torna a IoT uma das principais responsáveis pelo aumento do Big Data. Veja a seguir como o Big Data e a Internet das coisas estão conectados.

 

Como os dados IoT são gerados

Os dispositivos IoT coletam inúmeros pontos de dados em tempo real (ou quase em tempo real). Esses dados podem informar várias operações, não importando se elas ocorrem de modo autônomo (como o controle do semáforo baseado em IoT) ou de modo manual (como a gestão dos aeroportos que redireciona o tráfego de pessoas de uma área congestionada).

Os sensores IoT podem coletar vários tipos de dados, como:

  • Dados do status: coleta informações básicas como desativado/ativado e disponível/indisponível ou outros dados exatos, como a temperatura

  • Dados de localização: rastreia a movimentação das pessoas ou objetos acima, em cima ou abaixo da superfície terrestre

  • Dados de automação: podem ser usados para controlar as ações de operações ou sistemas automatizados como uma rota de ônibus independente

Assim que os sensores coletam os dados, eles os enviam para um local central usando um protocolo de dados.

 

O que está gerando o Big Data da IoT

Como os sensores IoT coletam dados em tempo real ou quase em tempo real, o volume de informações que eles geram é imenso. Na verdade, a International Data Corporation (IDC) prevê que até 2025 haverá 55,7 bilhões de dispositivos IoT em uso gerando 73,1 zettabytes de dados.

Isso resulta no Big Data da IoT – com potencial de sobrecarregar as ferramentas de gerenciamento e processamento de dados tradicionais. 

Geralmente, os dados IoT são centralizados em um local onde ficam disponíveis para análise, interpretação e ação. Infelizmente, nem sempre isso é tão fácil quanto parece. Quando os conjuntos de dados se tornam muito grandes e complexos, usá-los para tirar conclusões e fazer melhorias fica bastante difícil. Os dados basicamente perderam sua utilidade de transformar os negócios em operações digitais em primeiro lugar aproveitando todo o potencial da aprendizagem orientada pela inteligência artificial. 

Para aproveitar ao máximo os dados IoT, são necessárias ferramentas de análise e gerenciamento de armazenamento de dados criadas para dar suporte ao Big Data.

 

Armazenamento e análise de Big Data para dados IoT

Para tratar do Big Data e da Internet das coisas, você desejará um armazenamento que esteja à altura da tarefa. As melhores plataformas de Big Data não só são capazes de armazenar vastas quantidades de Big Data da IoT, mas também de dar suporte aos recursos rápidos de pesquisa, indexação e análise em tempo real dos seus dados. As plataformas modernas com alta taxa de transferência permitem a inserção rápida de dados, bem como o dimensionamento para se manterem alinhadas aos requisitos da organização. Elas também podem pesquisar e indexar os dados rapidamente, poupando um tempo que seria gasto com consultas e análise de dados.

Ao buscar uma plataforma para gerenciar o Big Data e a Internet das coisas, escolha uma otimizada para a nuvem. Com essa opção, é possível realizar análise na nuvem e controlar o acesso e as permissões ao seus dados locais. Isso agiliza ainda mais a análise dos dados IoT e reduz o tempo para tomar decisões mais inteligentes – que é o que você espera depois de investir em uma infraestrutura de IoT.

Saiba mais sobre como obter insights melhores e mais rapidamente com análise avançada de dados por meio da Pure Storage®.


Capítulos adicionais do Guia do Big Data 

  1. Big Data x dados tradicionais
  2. Dados estruturados x dados não estruturados
  3. Cinco maneiras de atingir o sucesso com a ajuda do Big Data

1https://www.idc.com/getdoc.jsp?containerId=prAP46737220

800-379-7873 +44 20 3870 2633 +43 720882474 +32 (0) 7 84 80 560 +33 9 75 18 86 78 +49 89 12089 253 +353 1 485 4307 +39 02 9475 9422 +31 (0) 20 201 49 65 +46-101 38 93 22 +45 2856 6610 +47 2195 4481 +351 210 006 108 +966112118066 +27 87551 7857 +34 51 889 8963 +41 31 52 80 624 +90 850 390 21 64 +971 4 5513176 +7 916 716 7308 +65 3158 0960 +603 2298 7123 +66 (0) 2624 0641 +84 43267 3630 +62 21235 84628 +852 3750 7835 +82 2 6001-3330 +886 2 8729 2111 +61 1800 983 289 +64 21 536 736 +55 11 2655-7370 +52 55 9171-1375 +56 2 2368-4581 +57 1 383-2387